liga acadêmica de diabetes e hipertensão

Just another WordPress.com weblog

Influenza A H1N1 maio 22, 2010

Filed under: Influenza A H1N1 — lahad @ 2:27 am
Tags:
Passo-a-passo
Este Passo-a-passo foi elaborado de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde do Brasil para o enfrentamento da epidemia de gripe provocada pelo Influenza A H1N1/09. Tais recomendações poderão ser modificadas na próxima temporada de gripe.

DEFINIÇÕES:

Síndrome gripal:

  • Doença aguda (duração máxima de 5 dias)
  • Presença de febre > 38º C
  • Sintomas associados: coriza, tosse, mialgia, adinamia ou dor de garganta. Sintomas gastrintestinais podem estar presentes.
  • Exame físico sem alterações significativas
  • Ausência de diagnósticos alternativos (exemplo: amigdalite bacteriana, otite)

Observação: Na ausência de febre ou apenas febre baixa sem mialgia e/ou sintomas sistêmicos, mesmo com sintomas respiratórios baixos ou altos, deve-se considerar outros diagnósticos.

Síndrome respiratória aguda grave:

  • Síndrome gripal + Dispnéia (pode ser apenas o relato do paciente).

Observação: mesmo que não haja taquipnéia no momento do exame, o simples relato de dispnéia por parte do paciente associada a uma síndrome gripal caracteriza a síndrome respiratória aguda grave.

AVALIAÇÃO:

  • Pesquisar os seguintes fatores de risco:
    • Idade < 2 anos ou > 60 anos;
    • Gestação;
    • Doenças crônicas;
    • Imunodepressão.
  • Questionar sobre a ocorrência de dispnéia.
  • Procurar no exame físico as seguintes alterações de gravidade:
    • Alteração da consciência;
    • Freqüência respiratória > 25 irpm;
    • Hipotensão arterial (PAS < 90 mmHg e/ou PAD < 60 mmHg);
    • Cianose ou oximetria com SpO2 < 94%
  • Realizar radiografia de tórax nas seguintes situações:
    • Alteração na ausculta respiratória
    • Alterações de gravidade no exame físico
    • Considerar no paciente com fator de risco presente
  • Realizar oximetria nas seguintes situações:
    • Sempre que possível

CONDUTA:

Paciente sem dispnéia, sem alterações de gravidade no exame físico e sem fatores de risco:

  • Tratamento ambulatorial.
  • Sintomáticos (não usar ácido acetilsalisílico em menores de 18 anos).
  • Orientação quanto ao afastamento do trabalho e das atividades escolares e o cuidado quanto ao contato com as pessoas que dividem o domicílio, principalmente aquelas com fatores de risco. O paciente deveria usar máscara cirúrgica, até o sétimo dia após o início dos sintomas, para reduzir o risco de contágio para os contactantes domiciliares.
  • Preencher FICHA DE INVESTIGAÇÃO INFLUENZA HUMANA POR NOVO SUBTIPO (PANDÊMICO) do SINAN e enviar para a unidade de vigilância epidemiológica do município.
  • Verificar a necessidade de preenchimento de outros documentos de acordo com cada Secretaria Estadual de Saúde.

Paciente sem dispnéia, sem alterações de gravidade no exame físico, mas com fator de risco:

  • Tratamento ambulatorial.
  • Sintomáticos (não usar ácido acetilsalisílico em menores de 18 anos).
  • Orientação quanto ao afastamento do trabalho e das atividades escolares e o cuidado quanto ao contato com as pessoas que dividem o domicílio, principalmente aquelas com fatores de risco. O paciente deveria usar máscara cirúrgica, até o sétimo dia após o início dos sintomas, para reduzir o risco de contágio para os contactantes domiciliares.
  • Orientação para o paciente retornar para avaliação médica, principalmente se surgir dispnéia.
  • Considerar fortemente o uso do oseltamivir (75 mg a cada 12 horas, por 5 dias), principalmente para gestantes.
  • Preencher FICHA DE INVESTIGAÇÃO INFLUENZA HUMANA POR NOVO SUBTIPO (PANDÊMICO) do SINAN e enviar para a unidade de vigilância epidemiológica do município.
  • Verificar a necessidade de preenchimento de outros documentos de acordo com cada Secretaria Estadual de Saúde.

Paciente com dispnéia (síndrome respiratória aguda grave), sem alterações de gravidade no exame físico e sem fatores de risco:

  • Tratamento ambulatorial.
  • Oseltamivir (75 mg a cada 12 horas, por 5 dias).
  • Considerar diagnósticos alternativos e necessidade de antibioticoterapia.
  • Sintomáticos (não usar ácido acetilsalisílico em menores de 18 anos).
  • Orientação quanto ao afastamento do trabalho e das atividades escolares e o cuidado quanto ao contato com as pessoas que dividem o domicílio, principalmente aquelas com fatores de risco. O paciente deveria usar máscara cirúrgica, até o sétimo dia após o início dos sintomas, para reduzir o risco de contágio para os contactantes domiciliares.
  • Orientação para o paciente retornar para avaliação médica, principalmente se houver agravamento ou persistência da dispnéia.
  • Preencher FICHA DE INVESTIGAÇÃO INFLUENZA HUMANA POR NOVO SUBTIPO (PANDÊMICO) do SINAN e enviar para a unidade de vigilância epidemiológica do município.
  • Verificar a necessidade de preenchimento de outros documentos de acordo com cada Secretaria Estadual de Saúde.

Paciente com dispnéia (síndrome respiratória aguda grave), com alterações de gravidade no exame físico e/ou presença de fator de risco:

  • Tratamento hospitalar.
  • Oseltamivir (75 mg a cada 12 horas, por 5 dias).
  • Considerar fortemente possibilidade de pneumonia bacteriana grave e antibioticoterapia de acordo com diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia.
  • Sintomáticos (não usar ácido acetilsalisílico em menores de 18 anos).
  • Considerar fortemente o uso de antimicrobiano, visto que a distinção entre pneumonia viral e bacteriana, do ponto de vista clínico e radiológico, é praticamente impossível.
  • Medidas de precaução no ambiente hospitalar, de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde.
  • Preencher FICHA DE INVESTIGAÇÃO INFLUENZA HUMANA POR NOVO SUBTIPO (PANDÊMICO) do SINAN e enviar para a unidade de vigilância epidemiológica do município.
  • Verificar a necessidade de preenchimento de outros documentos de acordo com cada Secretaria Estadual de Saúde.
Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s